CONHEÇA NOSSO BLOG
07Jan
fechamento de varanda

Saiba mais sobre fechamento de varanda e suas regras

Compartilhe!

Realizar o fechamento de varanda pode ser uma obra simples, entretanto, é preciso estar atento às questões legais sobre o assunto. Conferir todas as regras do condomínio e da cidade sobre o fechamento de varanda, garante segurança e evita gastos com multas ou até mesmo ter que desfazer as alterações. Para saber mais sobre as regras do fechamento de varanda em um residência, continue lendo esse artigo que a Stampa Vidros preparou para você.

Conheça o fechamento de varanda e suas leis

 

Segundo o Código Civil e a Lei dos Condomínios (Lei nº 4.591/64), as mudanças não devem prejudicar a valorização dos imóveis. Sendo assim, o fechamento de varanda não pode destoar significativamente do restante das unidades, prejudicando financeiramente sua valoração.

Por isso, deve-se consultar o síndico sobre o tipo de padronização do condomínio e quais materiais que podem ser utilizados, além de cores e outras questões que podem afetar a obra visualmente. Já no caso da norma nº 16.259/2014 da ABNT, são tratadas as questões sobre a preparação do local, fixação, tipos de vidro, uso do sistema, entre outras.

Além desses fatores, é preciso que a resistência à pressão de ventos também seja confirmada. O item possui uma tabela que mostra a pressão de vento ideal para cada região do país, levando em consideração o número de andares do edifício e outros fatores. Sendo assim, as empresas deverão realizar ensaios a fim de verificar se o equipamento suporta o contato sem danos. A resistência de impactos também deve ser verificada.

Leis municipais e impostos

 

O fechamento de varanda implica diretamente na área construída do imóvel original. Sendo assim, pode impactar no valor do IPTU que é pago junto à prefeitura. É preciso informar-se junto aos órgãos municipais, pois uma atualização no cadastro do imóvel na base de propriedades da prefeitura pode ser necessária.

Limites estruturais

O fechamento de varandas pode ser de:

– cortina de vidro retrátil – possibilita uma abertura quase completa de todo o espaço;
– caixilhos de alumínio e vidros fixos ou deslizantes: oferece aberturas parciais da varanda.

O vidro utilizado para tal sistema deve ser laminado ou temperado. Pois evita que o estilhaçamento no caso de quebra por conta de impacto. Além disso, pode contar com uma película anti-estilhaços e garantir segurança.

O material utilizado deve atender à norma NBR 16.259:2014, promulgada pela ABNT, para sistemas de envidraçamento de sacadas, garantindo sua resistência a ventos de até 350 km/h.
O fechamento de varanda é de responsabilidade individual dos respectivos condôminos que optam por realizá-la. Sendo assim, todas as atividades necessárias e as consequências do descumprimento de padrões são responsabilidade do apartamento. Por isso, o ideal é contratar uma empresa especializada, que ofereça mão de obra para realizar todo o trabalho. E, para isso, você pode contar com a Stampa Vidros.

Trabalhamos com instalação de envidraçamento de sacada, cortina de vidro, porta de vidro e box blindex. Somos uma das empresas mais conceituadas e reconhecidas no mercado de engenharia no Rio de Janeiro. Realizamos nossos serviços conforme o local e as necessidades do cliente. Temos como resultado, obras de qualidade, durabilidade e acabamentos incomparáveis. Possuímos certificações da CREA-RJ, ITEC, ABNT, entre outras. Entre em contato conosco e saiba mais sobre a Stampa Vidros!